Blaise Pascal

Físico, matemático, pesquisador, teólogo Francês e filósofo, esse foi Blaise Pascal, ou mais conhecido, como Pascal. O filósofo foi muito importante em suas concepções dentro da filosofia, e você já deve ter lido uma das suas frases mais famosas e enigmáticas de todos os tempos:

“O coração tem razões que a própria razão desconhece.”

Uma breve Biografia

Blaise Pascal

Blaise Pascal nasceu no ano de 1623, na cidade Francesa de Clermont- Ferrand no dia 19 de junho, e veio a falecer no ano de 1662, no dia 19 de agosto em Paris-França, com 39 anos de idade, ou seja, muito Jovem.

Pascal ficou órfão de mãe ainda criança, e por esse fato, ficou aos cuidados do seu pai, Etiene Pascal. O pai do filósofo era professor de Matemática, e por esse fato, foi uma figura importante para o seu desenvolvimento e conhecimento lógico na área de exatas.

Com o seu conhecimento cada vez mais apurado, Pascal começou a escrever suas primeiras obras com apenas 16 anos de idade: Ensaios sobre secções cônicas (matemática), pensamentos (filosofia) e por ultimo tratado sobre o equilíbrio dos líquidos (física), a qual essa ultima escreveu depois que seu pai foi transferido para a cidade Rouen e foi a partir disso que Blaise começou a fazer suas primeiras pesquisas no campo da física.

E sabe aquela máquina que usamos para calcular e fazer diversas contas nos dias de hoje? Foi o filósofo que criou a primeira máquina mecânica de calcular, que foi merecidamente chamada de “Pascaline”.

Foi a partir dessa época, que o filósofo começou a ter seus primeiros contatos com um segmento conhecido pelo nome de “Jansenistas”, os Jansenistas era uma facção católica influenciada por Santo Agostinho que acreditavam que o livre arbítrio não era um conceito coerente e que a graça divina era o principal meio de salvação.

No ano de 1647 o filósofo retornou a paris e começou a dedicar-se a atividade cientifica, aprofundando-se cada vez mais no campo realizou varias experiências, principalmente sobre a pressão atmosférica e escreveu sobre o tratado e o vácuo, e por fim, foi inventor da prensa hidráulica e a seringa, e mais, teve a grande idéia de aperfeiçoar o chamado barômetro de Torricelli.

Já no campo matemático, Pascal desenvolveu a teoria da probabilidade e o tratado do triângulo Aritmético, no ano de 1654. Suas obras posteriormente tiveram uma grande importância no desenvolvimento das estatísticas.

Suas ideias no campo da matemática foram influenciadas por Euclides de Alexandria, Euclides foi um dos mais celebres matemáticos da sua época, tanto que foi considerado o pai da geometria.

É nesse contexto que pascal produziu o teorema de pascal em 1640.

Pascal adquiriu um grave câncer e morreu em 1662 em Paris.

Recomendamos:

Principais pensamentos

Pascal foi um grande critico do segmento racionalista, o racionalismo foi um segmento filosófico que se baseava na intelectualidade, ou seja, a razão, em sua importante obra “Pensamentos”, pascal escreveu suas principais criticas e questionamentos da real existência de Deus baseado nas premissas do racionalismo.

Para pascal, o ser humano é pequeno em conhecimento, conhecimento esse pouco para desvelar os mistérios reais divinos, e por esse fato, suas teorias são intrinsecamente ligadas à busca da verdade real.

Concluindo, pascal não enxerga a razão como um caminho para provar a existência de Deus, pois o ser humano está limitado ao mundo das aparências e dos sentidos, o mesmo cita:

“É o coração que sente Deus e não a razão. Eis o que é a fé: Deus sensível ao coração.”

Principio de Pascal

Com os seus estudos físicos, pascal desenvolveu diversas teorias, mas não podemos deixar de mencionar a principal: “Principio de Pascal”, a qual ele mesmo cita:

“O acréscimo de pressão produzido num liquido em equilíbrio transmite-se integralmente a todos os pontos do liquido.”

Pascal criou as principais unidades de pressão e tensão no campo dos Sistemas Internacionais de Unidades: (SI) e o símbolo (Pa) denominação essa de pascal.

Não deixe de conferir:

Blaise Pascal e a Filosofia

No ano de 1665 Pascal quase morreu em um acidente de carruagem e por esse fato acreditou que vivenciou uma espécie de experiência mística, e a partir disso, decidiu seguir uma vida religiosa e elegeu o Padre Jansenista Singlin para ser o seu guia espiritual.

Com os fatos o filósofo resolveu se recolher em uma abadia que era o centro do jansenismo, e foi nesse local que desenvolveu os seus principais pensamentos sobre a doutrina filosófica.

O principal objeto de estudo na filosofia de Pascal é o “Homem” e sua condição no mundo, o mesmo trás a concepção da natureza divina do espírito e a sua oposição a natureza humana, natureza essa a qual considera falha e pecaminosa.

As principais observações religiosas estão em sua obra “Les Provinciales” (1656-1657) a obra compõe 18 cartas em defesa do Jansenista Antoine Arnauld e por fim, “ Pensées” (1670), contem nuances sobre a espiritualidade, a qual defende os dogmas do cristianismo.

A partir dessas duas obras Pascal caminhava para o afastamento do segmento jansenismo, voltando a ter uma concepção mais antropocêntrica das divindades.

Principais citações

“Não tenho vergonha de mudar de idéia, porque não tenha vergonha de pensar.”

“O homem é feito visivelmente para penar; é toda a sua dignidade e todo seu mérito; e todo o seu dever é pensar bem.”

“Ninguém é tão sábio que não tenha algo para aprender e nem tão tolo que não tenha algo para ensinar.”

“O homem não é único animal que pensa. Entretanto é o único que pensa que não é animal.”

“O homem é feito visivelmente para pensar; é toda a sua dignidade e todo o seu mérito; e todo o seu dever é pensar bem.”

Veja também: Ptolomeu e Cinismo

Curiosidades

Como mesmo mencionado o pai de Pascal tinha uma concepção educacional pouco ortodoxa para sua época, ou seja, o mesmo decidiu que seria ele a passar todos os conhecimentos necessários para os filhos.

 A curiosidade de toda historia é que o pai colocou a seguinte regra, até completar 15 anos de idade, Blaise pascal não poderia conhecer sobre a matemática e suas vertentes.

Pascal sempre foi muito curioso e tinha uma sede imensa no aprender, aos 12 anos de idade começou a estudar por conta própria a Geometria, e a partir desse estudo, descobriu sozinho que a soma dos ângulos de um triangulo é igual a dois ângulos retos.

O pai de Pascal observando a grande inteligência do filho resolveu conceder o direito do mesmo de conhecer as ciências exatas, conhecimento esse que adquiriu a partir do Livro de Euclides.

____

Conteúdo original, não se esqueça de referenciar: Disponível em: < https://resumos.soescola.com/filosofia/blaise-pascal/ >

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.