O que é Mitologia?

A mitologia é considerada um conceito fundamental para se entender a origem da filosofia, a mesma está inserida em uma abertura de crenças, crenças essas que levam a narrativa de fatos que buscam explicar aspectos e cenários fundamentais que aconteciam pelo mundo.

Segundo a definição do dicionário Aurélio mito é definido como personagem ou fato que não foi real para a história, para, além disso, a mitologia é definida como o estudo das divindades, ou seja, conjunto de lendas criadas por um povo durante muitas gerações.

A palavra mitologia advêm de origem grega “Mythos” e “ Lógos”, que significa “ Narrativa”, “Lógica”, “Razão”, conceitos esses que foram de extrema importância na construção do conhecimento através da oralidade para as  sociedades tradicionais.

As narrativas trazidas pela mitologia referem-se ao conhecimento de lendas, lendas essas que fazem parte do imaginário coletivo de um determinado povo, de forma mais clara, são histórias de personagens sobrenaturais cercados de grande simbologia e veneração, tanto que as histórias são passadas e contadas de geração a geração.

Veja tambpem:

Vamos viajar um pouquinho na ideia de mitologia?

Tipos de Mitologia

 Os povos ao longo da história edificaram diferentes e complexos sistemas mitológicos, como já mesmo mencionado a mitologia é o estudo de mitos e lendas, conceitos esses entendidos de formas diferentes dependendo da cultura inserida. De acordo com essa idéia existem diferentes tipos de mitologias, as mais conhecidas são:

Mitologia Grega: Na mitologia grega os gregos cultuavam diversos deuses, ou seja, politeístas. Os gregos acreditavam que esses deuses tinham formas humanas e possuíam grandes poderes mágicos revestidos de uma grande beleza, e além tudo, para eles os deuses eram considerados imortais. Esses Deuses possuíam sentimentos igualmente aos seres humanos, sentiam paixão, tristeza, felicidade, inveja, eram retratados como se fossem pessoas. Principais deuses gregos: Zeus (Rei dos Deuses), Ártemis, Afrodite, Ares, Dionísio, Hefesto, Héstia, Deméter, Hermes, Hera, Poseidon, Hades, Apolo, entre outros.

Mitologia Romana: A mitologia grega é um conjunto de crenças e lendas sobre a origem de Roma, origem essa baseada nos fenômenos da natureza, dos deuses e dos homens. Igualmente a mitologia grega, os romanos acreditavam em vários deuses, mas esses deuses possuíam nomes distintos da mitologia grega.  Para a mitologia romana homens e deuses precisavam viver em harmonia, e principalmente ter a base da confiança entre eles. Os rituais realizados eram voltados para essa divindade superior, pois acreditavam que deviam toda saúde, felicidade e proteção que recebiam a essa divindade, por isso era preciso cultivar essa harmonia e felicidade entre todos. Principais Deuses: Júpiter, o deus do dia; Baco, deus do vinho e da alegria. Vênus, deusa do amor e da beleza; Apolo, deus do sol e da medicina; Diana, deusa da lua, da caça e da castidade; entre outros

Mitologia Greco-Romana: Essa mitologia é a junção das religiões grego e romana. As duas foram às únicas da mitologia a ter essa união, pois possuíam características parecidas, com esse encontro houve um maior conhecimento dos deuses e principalmente as tradições de cada segmento dentro da mitologia tornando-se principal entre os povos. O que difere uma da outra são os nomes dos deuses em sua origem:

EX: Na religião grega o nome dos deuses tem origem grega, já de origem romana vem do latim, isso pode ser visto através de Júpiter e Zeus, ambos são o mesmo Deus, mas com denominação diferente.

Mitologia Egípcia: A religião Egípcia também era politeísta, cultuavam diversos deuses em seus templos, a mitologia egípcia é a junção de mitos, estórias e lendas que fizeram parte do pensamento do povo antigo do Egito, essas lendas tinham como norte a origem do mundo, do homem, da natureza, dos deuses, mas essa junção disseminou após a chegada do cristianismo.

Mitologia Africana (Mitologia dos iorubás): Diferentemente das outras mitologias, a mitologia africana é monoteísta, ou seja, há apenas um Deus supremo que é chamado de Olorum, para eles o Deus foi criador de tudo aquilo que existe. A mitologia é muito rica e sábia, é a junção de manifestações culturais, espirituais, religiosas, junções essas que foram levadas de geração e geração e são praticadas até hoje no continente africano.

Além dessas três mitologias super importantes, não podemos deixar de mencionar algumas outras como: Mitologia Germânica, Mitologia Persa, Mitologia Hindu, Mitologia Fenícia, Mitologia Nórdica, Mitologia Mesopotâmica.

Tipos de mitos

Cosmogônico: A palavra cosmo vem de universo e gônico vem de gonia, que dá a idéia de nascimento, surgimento, nascimento do universo. São os mitos que trazem deduções de como o planeta surgiu.

Escatológico: Esse mito trás perspectivas apocalípticas: como o mundo irá se encerrar, acabar? E a raça humana? As coisas? Mitos projetando o futuro, o mesmo ainda é muito discutido nos tempos atuais e muitos não tem esse conhecimento que fatos como esse já eram questionados por um tipo de mitologia.

Teogônico: É um mito que trás o surgimento de Teo, ou seja, de Deus, como os deuses surgiram, como são as famílias dos deuses.

Épilo: É a narrativa de algum herói trazendo uma lição de moral, esse herói pode ser algum deus ou semideus.

Mitologia X Filósofos

A filosofia surgiu na Grécia antiga com o principal objetivo de sanar os questionamentos trazidos pelos povos. Antes do surgimento dessa grande natureza, os seres humanos criavam hipóteses para tais acontecimentos, esse processo levou a criação da mitologia, a mesma são explicações para existência do mundo, os fenômenos da natureza, o surgimentos dos deuses, entre outros questionamentos, era como eles enxergavam o mundo através de fabulas e ilusões.

O pensamento mitológico tem grande ligação com a fé, é uma religião para os povos antigos, não há embasamentos científicos, ou seja, racional, conclusivos, comprovados diante das lendas criadas.  

E como entra o pensamento filosófico em tudo isso? O pensamento filosófico é uma espécie de contraposição ao pensamento, ou seja, se antigamente os povos criavam fabulas, mitos, lendas, histórias para explicar o surgimento do mundo, o pensamento filosófico surge para tentar responder as mesmas questões através de embasamentos teóricos e cientifico diferentemente da mitologia que não tinha essa perspectiva.

Os primeiros filósofos tentaram explicar questionamentos variados: Como o mundo surgiu? Como o ser Humano foi criado? Como as coisas existiam? Respostas dadas que faziam mais sentido.

É importante ressaltar que o pensamento mitológico foi de grande importância, e apesar de ser considerado como algo que não existe mais, o mesmo ainda está presente nos dias atuais, temos como exemplo a narrativa épica, hoje em dia há diversas narrativas épicas que há grande ligação com o pensamento como a criação de filmes e desenhos de Super Heróis: Batman, Homem Aranha, Huck, entre outros, além de usarmos o pensamento mitológico:

Ex: Quando e como será o fim do mundo? Tanto que há diversas e diversas teorias sendo criadas e discutidas nos dias atuais. A maneira de enxergar o mundo, as coisas, as pessoas, a existência, ou seja, mesmo sem perceber acabamos criando historias, fabulando, imaginando, e deixa tudo mais interessante. 

___

Conteúdo original, não se esqueça de referenciar: Disponível em: <https://resumos.soescola.com/filosofia/o-que-e-mitologia/‎>

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.