Aristóteles

Kit Só Escola Autismo

Aristóteles (384 a.C -322 a.C) sem sombras de dúvidas é um dos grandes filósofos da filosofia grega e contribui e muito para a formação do pensamento racional ao longo tempo.

O mesmo produziu diversas obras de suma importância acerca da política, ética, moral, dentre outros campos de conhecimentos. Falar de Aristóteles é falar da construção de pensamentos que embasaram a chamada terceira fase da filosofia grega “a fase sistemática.”

Aristóteles acreditava na existência de apenas um mundo, ou seja, esse em que vivemos, é apenas nele que conseguimos construir bases sólidas e consequentemente edificar o pensamento filosófico concreto, é a partir das descobertas acerca do mundo e das coisas que o filósofo realmente começa a filosofar.

Vamos conhecer um pouco mais de sua vida e ideias?

BREVE BIOGRAFIA

Aristóteles

Aristóteles nasceu em 384 a.C em uma cidade grega chamada Estagira. O filósofo nasceu em uma família que possuía um grande status dentro da Grécia, o seu pai Nicômaco era muito amigo do rei da macedônia. 

Já com seus 17 anos de idade, Aristóteles começou a refletir quais assuntos que o interessavam mais, nesse fato, o mesmo começou a dar prosseguimento a seus estudos e consequentemente aprofundar-se em uma área mais avançada do conhecimento na cidade de Atenas.

Em Atenas, que na época era uma cidade muito importante na formação de grandes intelectuais, Aristóteles ingressa na academia de Platão, outro grande filósofo grego, que nada mais e nada menos foi professor de Aristóteles.

Nesse período a qual esteve como aluno de Platão, Aristóteles se aprofundou nos estudos platônicos sobre o ser, a essência das coisas, a dialética, a política e principalmente sobre as ideias socráticas.

Porém, mesmo Aristóteles tendo Platão como seu mentor, aos poucos o filósofo foi se afastando da concepção platônica que concebia a ideia que o conhecimento é somente adquirido por meios puramente intelectuais, ou seja, o famoso mundo inteligível racional.

Já Aristóteles pendia para o lado empirista do conhecimento, para ele a experiência é um caminho que se pode constar a validade de algo.

Com a morte de Platão em 347 a.C, a academia precisava de um substituto, e as fichas estavam todas depositadas em Aristóteles, pois o mesmo já transpassava ser uma figura muito brilhante e o aluno predileto de Platão.

Infelizmente Aristóteles foi rejeitado do cargo e quem assumiu o lugar foi outro ateniense que entendia a filosofia contemplada em fatores matemáticos, e como mesmo vimos, Aristóteles rejeitava esse modo de pensar, nesse caminho o pensador resolveu sair de Atenas e migrou para a cidade de Atarneu.

Foi em Atarneu que Aristóteles tornou-se conselheiro político de Hérmias, e posteriormente casou-se com a filha dele Pítria.

E no ano de 343 a.C, Aristóteles retorna a macedônia, o filósofo se torna o principal mentor intelectual do jovem Alexandre Magno (Alexandre o Grande), o pai de Alexandre desejava que o seu filho fosse reconhecido como um grande filósofo.

Já no ano 335 a.C, Aristóteles resolve fundar a sua própria escola filosófica em Atenas, que recebeu o nome de Liceu, é nesse momento que o pensador começou a transmitir a seus discípulos todo o seu conhecimento acerca da geometria, física, química, botânica, astronomia, metafísica, matemática, teologia, retórica, dentre outros campos importantes.

A escola de Aristóteles também recebeu o nome de “Escola Peripatética” que trouxe novas interpretações do pensamento filosófico do grande pensador.

Após 13 anos de fundação da sua escola, Aristóteles se viu obrigado a sair da cidade de Atenas, isso ocorreu pelo fato da grande onda antimacedônica, após a morte de Alexandre, o grande. Nesse fator, temendo pela sua própria vida, pois o mesmo tinha uma relação muito grande com Alexandre, Aristóteles resolveu sair da cidade, o filósofo ficou com medo de ser acusado de déspota.

Um ano depois a esse acontecimento, no ano de 322 a.C, Aristóteles veio a falecer em Cálcis na ilha eubeia deixando diversas obras escritas quem em grande parte foram perdidas, mas as que restaram puderam ser copiladas pelos grandes pensadores da era escolástica e influenciaram grandemente diversos outros filósofos importantes até os dias de hoje.

OBRAS

Como mesmo mencionado, Aristóteles deixou diversas obras de suma importante, dentre as áreas de interesse podemos citar a física, metafísica, poesia, retórica, política, ética e a moral.

  • Áreas da Lógica: O conjunto das obras relacionadas à lógica é chamado de “Organon” e reúne diversos escritos importantes como: “ Sobre a interpretação”, “ Categorias”, “ Analíticos”, “ Tópicos”, “ Elencos Sofísticos”, “ Metafísica” que conta com 14 livros que também pode ser reconhecida como “ Prima filosofia”.
  • Poéticas: As obras de poéticas não são tão extensas, mas podemos citar “Retórica” e “ poética”.
  • Filosofia da Natureza: No tecer filosofia da natureza Aristóteles concebeu algumas obras importantes, como “Sobre o céu”, “ Sobre os meteoros”, “ Lições de física” que reúne oito livros.
  • Filosofia prática: Na filosofia prática podemos citar “Ética a Nicômaco”, “ Ética a Eudemo”, “ Política”, “ Constituição ateniense”, dentre outras constituições importantes.

Empirismo

Como sabemos Aristóteles valorizava o pensamento empírico como o principal modo de se obter o conhecimento prático sobre qualquer coisa no mundo, de acordo com o filosofo a melhor forma de adquirir o conhecimento puro só através da experiência e com ela a observação do mundo.

Diferentemente de Platão, que acreditava fielmente que a realidade em seu modo geral só poderia ser realmente conhecida por meios racionais, meios esses a qual ele definiu em uma das suas principais formas de pensamento “Mundo das ideias” acessível apenas na razão humana, ou seja, Platão acreditava na existência dois mundos.

Metafísica

A metafísica sem sombras de dúvidas é um dos pensamentos centrais da filosofia de Aristóteles, nesse sentido de pensamento, o filósofo tentou demonstrar a existência de um princípio supremo da natureza, um motor imóvel que movimenta todas as coisas.

Nesse caminho, Aristóteles concluiu que tudo está em movimento e tudo que se move, logicamente é movido por algo.

Com essa ideia, Aristóteles também pode conceber a sua concepção sobre Deus, pois para ele o que dá sentido a existência humana não é um ser divino e criador, e sim, o motor, que seria a razão da ação e o que dá movimento a matéria como primeira causa.

O pensamento metafísico influenciou diversos outros teólogos escolásticos, como Anselmo de Cantuária (1034-1109) e São Tomás de Aquino (1225-1274).

Substância e Essência:

Acerca do seu pensamento sobre substância, Aristóteles concluiu que a mesma é a combinação daquilo que a compõe (a matéria) e também é composta daquilo que a diferencia de todas as outras coisas (a forma).

Para a ideia ficar melhor, vamos imaginar uma mesa, a forma da mesa é o que a distingue de qualquer objeto do mundo como uma cadeira, um armário, uma caneta, já a matéria ela pode ser variada, pois a mesa pode ser feita de madeira, de aço, ou qualquer outro material que possa vir a constituir uma mesa.

Lógica

A lógica aristotélica sem sombras de dúvidas é um dos seus pensamentos mais complexos já vistos, a mesma influenciou e muito o pensamento ao longo dos anos.

O mesmo definiu que o fundamento da lógica para ser lógica advêm de uma (Preposição) que é usada na linguagem para expressar o juízo que será formulado pelo pensamento, em linhas gerais, a lógica aristotélica é usada para julgarmos o que é verdadeiro e falso logicamente.

É necessário que inicialmente a lógica contenha preposições que através do (Silogismo) prove a veracidade da mesma, o silogismo pode ser visto como o ponto central da lógica aristotélica.

O silogismo é o raciocínio dedutivo estruturado formalmente através de duas preposições que são chamadas de (Premissas) das quais se obtém por inferência uma terceira preposição (Conclusão) do argumento.

Vejamos um exemplo:

Todos os homens são mortais (Premissa 1)

Platão é um homem. (Premissa 2)

Logo, Platão é mortal (Preposição, conclusão)

Lembrando que as frases são preposições, não deixando de mencionar, que o filósofo tratou de 3 princípios lógicos básicos para adequação do pensamento lógico:

  • Principio da não-contradição (duas afirmações contraditórias não podem ser verdadeiras ao mesmo tempo)
  • Principio da identidade B=B (Todo objeto é identifico a ele mesmo e não se confunde com nenhuma outra coisa)
  • Principio do terceiro excluído (É a afirmação que não existe uma terceira hipótese para uma preposição, ou seja, apenas falsa e verdadeira)

Ética e Política

Na área da ética, Aristóteles concebeu a ideia que todas as coisas tendem ao bem, ou seja, para o filósofo o bem é a finalidade de todas as coisas.

Para Aristóteles há dois princípios fundamentais para conquistar o bem, a primeira é através de práticas, práticas essas relacionadas tanto com a política, a ética e as artes em geral.

O filósofo acreditava que a felicidade chamada de (eudaimonia) é o único objetivo que o homem deve alcançar por toda a vida, e para ser feliz por completo, é necessário buscar fazer o bem enquanto ser constituinte de uma sociedade, entre linhas, o homem é um ser político e social e, por conseguinte cabe o estado garantir o bem estar e principalmente a felicidade aos governados, ou seja, os cidadãos.

Aristóteles olhava para a felicidade e a via como o fim em si mesma levando o homem para o caminho justo, feliz e virtuoso.

No tecer político Aristóteles defende a democracia como uma das principais formas de governo, para ele os governos devem governar em vista do que é justo e que atenda os interesses gerais da população proporcionando o bem comum.

Assim, o modelo democrático é a melhor forma de organizar politicamente uma sociedade e garantir a felicidade geral.

Não podemos deixar de citar a sua obra “Política” a qual contemplou assuntos acerca dos regimes políticos e as formas estatais.

Portanto, para Aristóteles, o ser enquanto social são animais políticos (zoon politikon) e precisam ser organizar como tais.

PRINCIPAIS CITAÇÕES

“O Sábio nunca diz tudo o que pensa, mas pensa sempre tudo o que diz.”

“A dúvida é o principio da sabedoria.”

“Ter muitos amigos é não ter nenhum”

“A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garantem todas as outras.”

“As pessoas dividem-se entre aquelas que poupam como se vivessem para sempre e aqueles que gastam como se fossem morrer amanhã.”

“Nosso caráter é o resultado da nossa conduta.”

A TÍTULO DE CURIOSIDADE

Na Grécia no ano de 1996 em Atenas, estudiosos descobriram alguns vestígios da escola de Aristóteles, o liceu, em um sitio arqueológico, muitos pensam que Aristóteles constitui a escola para disputar com a academia de Platão, mas engana-se, o filósofo fundou a escola dez anos após a morte do seu mestre Platão.

Aristóteles admirava muito o filósofo, apenas não concordava com algumas ideais colocadas pelo seu professor e consequentemente o pensamento de ambos se distanciaram com o tempo.

FATOS CURIOSOS

  • Com apenas 13 anos de idade, Aristóteles ficou órfão de Pai.
  • Das 200 obras escritas pelo filósofo durante a sua vida, apenas 31 permaneceram na história.
  • Após a sua morte, os seus discípulos assumiram a sua escola, o Liceu.
  • A sua esposa morreu no mesmo ano em que fundou a escola de Liceu.

Recomendamos também:

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.