Martin Heidegger

Kit Só Escola Autismo

Martin Heidegger (1889-1976) foi um dos principais filósofos do século XX e grande contribuinte do pensamento existencialista, além de filósofo, foi professor, escritor, e teve grande influência de um dos maiores intelectuais de sua época, conhecido como Jean – Paul Sartre.

Martin Heidegger

Breve Biografia

Martin Heidegger Nasceu na cidade de Messkirch em 1889 na Alemanha e veio a falecer em 1976, Freiburg- Alemanha com 87 anos de idade.

Com o passar dos anos e já na fase da sua adolescência sentiu um grande chamado para torna-se padre, e por esse fato, decidiu conhecer o seminário jesuíta e reconheceu sua vocação a vida religiosa, começou a estudar teologia e filosofia na Universidade de Friburgo para adquirir maiores conhecimentos do segmento religioso, e foi nessa faculdade, que conheceu Edmund Husserl o qual foi o seu professor e criador da famosa fenomenologia.

Já no ano de 1913 Martin consegue concluir seus estudos no campo filosófico, recebendo seu certificado de doutorado, já em sua fase adulta, começa a se interessar pelos escritos protestantes de Martinho Lutero, e foi a partir desse momento que rompeu definitivamente com o cristianismo e todas as suas vertentes.

No ano de 1917 casou-se com Elfrid Petri em uma cerimônia bem simples e discreta e logo após começou a trabalhar com Edmund Husserl como seu assistente na Universidade de Marbug, depois de alguns anos, passou a substituir suas aulas no campo filosófico, e em 1923, foi nomeado professor de filosofia.

“Ser e Tempo” é a primeira obra escrita pelo filósofo em 1927 a mesma foi considerada uma obra prima, o autor expôs seus principais pensamentos sobre a existência do ser, pensamento esse que deu seqüência a filosofia existencialista.

Já no ano de 1933 torna-se filiado do partido nazista, isso ocorreu pelo fato da subida de cargo de Hitler no poder, infelizmente por ter apoiado o partido, a sua figura foi bastante questionada no sistema acadêmico a qual fazia parte e era reitor, e por esse fato, houve uma reunião e Martin ficou proibido de dar aulas.

Com a sua reputação em jogo e sua figura relacionada ao nazismo, algumas das suas obras foram proibidas, essa situação durou até o ano de 1944, e com o fim da guerra, Martin acorda para a vida e começa a contestar e repudiar o nazismo inserido.

Como mesmo mencionado Martin veio a falecer em 1976 sem comprovações aparentes de fatores que o levou a morte.

Outros artigos: Modernidade Líquida e Despotismo: Contexto histórico.

Principais Ideias de Martin Heidegger

Através de sua obra principal “Ser e tempo” Martin define como objeto de estudo o ser, o ser indefinido, o que é o homem? Quem é o ser? É nessa concepção que o filósofo adentra em sua principal teoria, a qual compreende que nos seres humanos somos uma espécie de “Dasein”, isso mesmo, “ Dasein”, você deve estar se questionando, mas o que isso significa?

Dasein é uma palavra de origem alemã que significa (Sein: Ser / Da: Ai). Ou seja, somos seres no mundo, seres carregados de capacidades e diversas possibilidades de viver, possibilidades essas garantidas até a morte, o mesmo pontua que as possibilidades não são infinitas, isso acontece pelo fato de não escolhermos o local e o tempo em que nascemos, para ele, o homem só existe no mundo em relação ao mundo.

Partindo desses princípios, Martin define que estamos em uma “Existência autentica”, ou seja, são aqueles que compreendem as possibilidades que podem ser buscadas durante a vida, visto como um ser autentico fora de uma vida inautêntica, chamado por ele de Dasman.  Na existência autentica é necessário compreender a morte como condição para a nossa humanidade.

“Tudo que começa a viver já começa também a morrer.”

Por esse fato, existem aqueles que não conseguem enxergar a realidade da morte e por esse fato estão vivenciando uma vida inautêntica.

Veja ainda:

O Ente

Na concepção de ente para o filósofo o mesmo não morre, pois é concreto e definido, apenas cessa a sua existência em um caminho sem escolhas.

Diferentemente do ser, pois os mesmo têm a consciência das suas diversas possibilidades, possibilidades que um dia chegara ao fim com a morte, e percebendo a sua chegada, há um misto de sentimento de angustia e preocupação, ou seja, tudo que nós seres humanos estamos fazendo e construindo hoje em dia, pode ser simplesmente destruído com a morte, e a forma a qual passamos essa fase define a nossa existência.

Martin acabou tornando a sua concepção como fonte de estudo na psicologia, estudo esse que procura entender questões profundas da mente humana e de como é necessário lidar com determinas situações.

Não deixe de ver:

Obras de Martin Heidegger

  • Novas Indagações sobre lógica (1912)
  • O problema da realidade na filosofia moderna (1912)
  • O conceito de tempo na ciência da historia (1916)
  • Ser e tempo (1927)
  • O que é metafísica? (1929)
  • Da essência da Verdade (1943)
  • A carta sobre humanismo (1949)
  • Da experiência de Pensar (1954)
  • O que é isto, a filosofia? (1956)
  • O caminho da linguagem (1959)
  • Nietzsche (1961)
  • Fenomelogia e Teologia (1970)

Principais citações

“A angústia é a disposição fundamental que nos coloca perante o nada.”

“homem age como se fosse o senhor e mestre da linguagem, enquanto que na verdade a linguagem permanece mestra do homem.”

“Morrer não é um acontecimento; é um fenômeno a ser compreendido existencialmente.”

“A filosofia implica uma mobilidade livre no pensamento; é um ato criador que dissolve ideologias.”.

___

Conteúdo original, não se esqueça de referenciar: Disponível em: < https://resumos.soescola.com/filosofia/martin-heidegger/ >

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.