Theodor Adorno

Kit Só Escola Autismo

Filósofo, sociólogo, musicólogo e critico musical, esse foi Theodor Adorno (1903-1969) um dos maiores filósofos e intelectuais da Escola de Frankfurt no século XX juntamente com Max Horkheimer, seu grande amigo da época. O mesmo foi considerado um dos autores mais importantes dentro das teorias da comunicação e principalmente no campo sociológico.

Theodor foi o principal fundador da escola de Frankfurt juntamente com outros nomes importantes: Max Horkheimer, Wilhelm Reich, Jürgen Habermas, dentre outros.

Adorno era um grande critico do capitalismo e com ele a grande degradação da cultura e as relações sociais. Recebeu influências teóricas de grandes pensadores como: Walter Benjamin, Marx, Freud e Lukács.

Vamos conhecer um pouco mais desse importante pensador?

Breve Biografia

Theodor Adorno

Theodor Adorno nasceu no ano de 1903 na cidade de Frankfurt-Alemanha, cresceu em uma família considerada nobre e culta, o pai, negociante de vinhos e a mãe uma grande cantora lírica o proporcionou uma educação exemplar.

Teve grande destaque no colégio “Siegfried Kracauer” a qual estudou por alguns anos, mudando-se posteriormente para a instituição “ Kaiser Wilhelm Gymanasium.”

Bernhard Sekles foi um dos seus principais professores de música e nesse período escreveu diversos artigos relevantes sobre a estética musical.

Na universidade de Frankfurt estudou filosofia, psicologia, sociologia, musicologia, a última foi por conta da grande influência da mãe e a sua meio Irmã. Theodor conseguiu se formar no ano de 1924 com a sua tese “A transcendência do Objeto” e junto com alguns colegas fundou o chamado “ Instituto de pesquisa Sociais”, que mais tarde veio a ficar conhecido como escola de Frankfurt.

Passou alguns anos de sua vida se dedicando a filosofia da arte e ao existencialismo e no ano de 1933 publica a tese “Kierkegaard”.

 Em 1934 Theodor se viu obrigado a fugir do regime nazista pelo fato da sua ascendência judaica e também pelo seu alinhamento socialista, na Inglaterra começa a dar aulas de filosofia na universidade Oxford.

Em 1938 exilou-se nos Estados Unidos para estudar a cultura de consumo da Califórnia e sentiu grande repulsa pelo que pode presenciar.

Max Horkheimer foi um dos seus melhores amigos, o mesmo o convidou para dar aulas na Universidade de Princeton e alguns anos depois é chamado para auxiliar no projeto de pesquisas sobre Discriminação Social, projeto esse elaborado na famosa Universidade da Califórnia, Berkeley.

Alguns anos depois e com o fim da guerra, Theodor volta para sua cidade natal no ano de 1953, e nesse período assumiu o Cargo de Diretor-Adjunto do Instituto para pesquisa Social.

Em 1969 veio a falecer com apenas 66 anos de idade vitima de problemas graves no coração. (Recomendamos também: Humanismo Renascentista).

Principais ideias

Adorno recebeu grande influência de Hegel em suas principais concepções, apesar de algumas divergências no meio do caminho, a teoria dialética de Hegel ajudou na construção de um pensamento critico acerca da sociedade vista como um objeto da ordem social vigente.

O mesmo criticou a ideia de Hegel sobre o Positivismo lógico e com ela a razão instrumental, mas compreendeu a sua percepção da irracionalidade no pensamento humano, sendo que as obras de arte é a principal característica nesse processo a qual reflete o mundo real através da linguagem abstrata.

Theodor enxergava a arte como a própria oposição da sociedade, pois é a presença do real contraposta à dialética e com a realidade, pois a mesma abrange aquilo que a linguagem conceitual nunca conseguiu alcançar totalmente.

Teoria crítica

Theodor Adorno

Indústria Cultural

A primeira questão importante é entender que o filósofo e seu amigo Max Horkheimer foram importantes pensadores da chamada “Teoria Critica”. Os intelectuais cultivaram a teoria critica em relação à sociedade e o grande consumo exacerbado.

A questão: Por qual motivo o ser humano consome mais do que é necessário? Na indústria cultural, termo esse cunhado por ambos, ocorre às diversas necessidades de consumo, por esse fato, as pessoas compram para alcançar certo “prazer” momentâneo de bem-estar, a alienação é claramente vista nas mídias sociais, onde as pessoas são incentivadas cada vez mais a consumirem afundados em diversas marcas de massa capitalista.

A indústria cultural já se fazia presente na segunda guerra mundial, foi o meio utilizado por Hitler, o mesmo implantou a ideologia do nazismo na Alemanha e fez com que todos acreditassem que a ideia dele fazia parte da ideia de todos.

A teoria critica visa não permitir a reprodução constante dessa dominação e oferecer um comportamento critico nos confrontos com a ciência e a cultura, assim, embasando em um contexto político de reorganização da sociedade de modo a superar a chamada “crise da razão”.

Não deixe de ler também:

Educação

Theodor Adorno escreveu a obra “Educação após Auschwitz”, o mesmo alerta que o principio da educação é não permitir que Auschwitz se repita, isso só será feito quando o principio da história começar a ser ensinado para as crianças tal como ela é.

Na obra ele chama atenção pela falta de atenção que foi dada a monstruosidade da época, uma vez que os indivíduos só se importavam com o poder e a afirmação da Raça ariana, ainda hoje a pouca consciência em relação aos males que aconteceram naquela época principio esse considerado pelo filósofo “um atraso no âmbito educacional”, onde o mesmo alerta que se não houver foco para diminuir as condições de regressão educacional, a ignorância permanecera.

“Não se deve evitar a repetição, mas conscientizar sobre ela.”.

Outros em: Anaxímenes e Max Horkheimer.

Principais obras de Theodor Adorno

  • Dialética do Esclarecimento (1947)
  • Filosofia da Nova Música (1949)
  • Teoria estética (1970)
  • A indústria Cultura- O iluminismo como Mistificação das Massas (1947)
  • Critica Cultura e Sociedade (1949)
  • Mínima Moralia (1947)

Frases

“A decadência da oferta espelha-se na penosa invenção dos artigos para presente, que já pressupõem o fato de não se saber o que presentear porque, na verdade, não se tem nenhuma vontade de fazê-lo.”

“O humano estabelece-se na imitação: um homem torna-se um homem apenas imitando outros homens.”

“Serás amado apenas quando puderes mostrar a tua fraqueza, sem provocar nenhuma força.”

“O homem é tão bem manipulado e ideologizado que até mesmo o seu lazer se torna uma extensão do trabalho.”

“A competição é um princípio, no fundo, contrário a uma educação humana.”

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.