Demócrito de Abdera

Kit Só Escola Autismo

Demócrito de Abdera, mais conhecido como Demócrito, foi um importante filósofo pré-socrático que viveu no século V.a. C, o mesmo buscou compreender a origem da natureza (Physis) e com ela a lógica do universo (cosmologia).

As ideias de Demócrito infelizmente não foram tão reconhecidas em sua época, pois a filosofia de Sócrates já começava a dar suas primeiras nuances, mas no século IV. a.C Aristóteles voltou a estudá-la e utilizá-la em suas principais teorias de pensamento.

Vamos conhecer um pouco mais desse importante filósofo?

Vida e Obra de Demócrito

Demócrito viveu entre os anos 460-360 a.C, nascido em Abdera-norte da Grécia onde mais tarde sucederia Leucipo de mileto seu então mestre. O filósofo fez parte da escola atomista e era considerado muito rico, tanto que gastava todos os seus bens em viagens de estudo para conseguir dar à devida profundidade aquilo que estudava.

Podemos citar aqui os diversos lugares a qual o mesmo esteve: Egito, pérsia, Etiópia e na índia. Infelizmente a sua filosofia na cidade de Atenas não ganhou muita atenção, porém sua obra foi citada por diversos filósofos importantes.

Foi considerado um filósofo pré-socrático, os filósofos dessa fase são aqueles que vieram antes de Sócrates, eles procuravam a “Arché”, ou seja, a substância primordial de todas as coisas.

 Nos tempos atuais, são conhecidos apenas 200 escritos de origem pré-socrática, isso se deu pelo fato do tempo e não tinham o costume de registrar seus principais pensamentos na época que foram escritas.

Entre suas obras podemos destacar: “Pequena Ordem do mundo”, “ Da forma”, “ Do bom animo”, “ Do entendimento” e “ Pitágoras”.

Demócrito sempre demonstrou grande interesse pelo campo da história, lingüística, meteorologia, astronomia, filosofia, música, ética e matemática.

O mais interessante é que diferentemente de outros pensadores, Demócrito não sentiu nenhum interesse de estudar política e religião.

Como mesmo foi dito, Demócrito fez parte da escola Atômica juntamente com o seu professor Leucipo de Mileto, é muito difícil de encontrar distinções entre os pensamentos de ambos, pois as coisas se confundiam muito no período.

No renascimento italiano, Demócrito era conhecido como o “filósofo risonho”, tanto que os artistas renascentistas quando iam pintar os filósofos gregos o retrato de Demócrito era sempre feliz, o mesmo dizia que o riso atrairia conhecimento.

Principais pensamentos de Demócrito

Principais pensamentos de Demócrito

O átomo

A sua teoria é baseada na Arche (origem) composta por duas coisas: vazio e os átomos, para ele antes de tudo se formar existia um vácuo, um vazio, e nesse vazio a existência de pequenas partículas conhecidas como átomos, esses átomos eram infinitamente pequenos, tanto que o filósofo não conseguia enxergá-los, mas eles tinham formas e consistência variadas.

Esses átomos de maneiras bem aleatórias começaram a se encontrar, alguns se encaixam de uma maneira perfeita, como se fosse uma espécie de quebra cabeça e outros de formas imperfeitas, com essa junção, os átomos acabaram formando tudo que existe no mundo.

Aristóteles diz que Demócrito chegou nessas observações quando o mesmo se pôs em um lugar escuro e entrou um raio solar pela fresta ele observou que havia partículas de poeira flutuando e percebeu que algumas partículas se juntavam de forma aleatória e outras se afastavam da mesma maneira, por fim, ele usa isso como uma metáfora para falar que os átomos entram nesses espaços vazios e começaram a se juntar ou se separar, dessa maneira formando tudo, principalmente as diferentes consistências que formaram o estado que temos hoje: líquido, gasoso, sólido.

Também recomendamos a leitura:

ALMA

A alma foi outra questão levantada pelo filósofo, ele questionava se a mesma era constituída por átomos, a resposta que obteve é que os princípios de todas as coisas são os átomos e o vazio, ele acreditava que o mesmo é o elemento que dá base a uma infinidade de especulações complexas, sendo que sua existência pressupõe a manifestação do vazio, vazio esse em que os átomos se movimentam.

Para ele os corpos perecem, mas os átomos são eternos e a alma é um tipo brando de chamas.

O filósofo acreditava que a busca da felicidade parte da moderação dos desejos e conhecer a superioridade da alma sobre o corpo.

Para ele o homem deve aspirar a tranquilidade de espírito, ser livre de temores e emoções, e que essa busca precisa ser garantida por leis justas de convivência.

LINGUAGEM

Segundo ele os homens da geração primitiva pronunciavam palavras desarticuladas e desprovidas de significado, aos poucos passaram a articular as palavras estabelecendo entre si expressões convencionais para designar cada objeto.

Curiosidade

Aristóteles dizia que Platão não gostava de Demócrito, o mesmo queria queimar todas as suas obras, pois Platão discordava das origens do pensamento do mesmo, Platão acreditava que a origem do mundo se deu a partir do mundo inteligível e Demócrito não, o mesmo pensava que as origens de todas as coisas estavam no mundo sensível.

Principais citações

  • “O caráter de um homem faz o seu destino.”
  • “A moderação aumenta o gozo e acresce.”
  • “Falsos e hipócritas são aqueles que tudo fazem com palavras, mas na realidade nada fazem.”
  • “Se você sofreu alguma injustiça console-se; a verdadeira infelicidade é cometê-la.”
  • “Convém o homem dar maior atenção à alma do que ao corpo, pois a excelência da Alma corrige a fraqueza do corpo; a fraqueza do corpo, contudo, sem a razão, é incapaz de melhorar a Alma.”

__

Conteúdo original, não se esqueça de referenciar: Disponível em: <https://resumos.soescola.com/filosofia/democrito-de-abdera/>

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.