Taoísmo

O taoísmo é conhecido como uma filosofia de vida praticada especialmente pela religião chinesa milenar, a filosofia de vida acredita que o ser humano deve sempre viver em harmonia com a natureza, isso se dá ao fato que para eles a natureza compõe uma parte ou toda parte do individuo.

Mas é importante ressaltar que só conseguimos entrar em contato com o meio natural e suas vertentes quando nos afastamos completamente de todas as coisas presentes em nossa volta, com esse afastamento entramos em contato com a natureza e com ela o princípio referencial de vida e caminho, a qual conseguimos atingir o equilíbrio total de existência, conhecido também como tao.

Portanto, se o ser humano faz parte da natureza, nada mais justo que seguir suas leis, por mais que nos dias atuais o cotidiano esteja ligado as tecnologias e as grandes cidades.

O taoísmo é sinônimo de sabedoria Milenar a qual pode ser aplicada no cotidiano.

Vamos conferir um pouco mais sobre o taoísmo?

O Taoísmo

Como mesmo mencionado taoísmo busca a sua sabedoria através da natureza e alguns dos seus princípios básicos são: generosidade, não violência, evitar excessos de normas e proibições, contemplação da natureza, humildade.

Vamos conhecê-las?

O principio da generosidade foi dada como lição por Lao Tse, para ele é sempre preciso ser grato e generoso assim como a natureza, é dar sem esperar nada em troca.

Já no âmbito não violência é considerada um dos princípios mais importantes da religião milenar, é evitar a violência em qualquer circunstância principalmente com aqueles que são considerados inimigos.

Evitar excesso de normas e proibições, pois o excesso da mesma aprisiona o homem e sua liberdade de conhecimento das suas próprias potencialidades.

A contemplação da natureza é o principal caminho para chegar-se em uma relação profunda com a própria e assim adquirir uma vida harmoniosa.

Humildade é um meio essencial para se abranger uma verdadeira plenitude, longe de disputas e privilégios.

A filosofia de vida tem grande influência do segmento budista nas ideias e práticas culturais, além disso, podemos mencionar algumas outras características da religião:

  • Acredita na teoria dos cinco elementos
  • Pratica culto aos ancestrais
  • E por fim, considera a alquimia como fator principal dentro da religião.

É importante ressaltar que o segmento religioso já foi considerado o principal praticado no âmbito chinês, mas no século XX foi duramente criticado e até mesmo reprimido durante a formação da república popular da china.

Recomendamos: Ceticismo.

Os principais ideogramas

O “Tao” é entendido como caminho e representado pelos seguintes ideogramas:

Ideograma 02

Taoísmo

Como mesmo podemos perceber a primeira figura é representada por um circulo com duas metades iguais, denominada de Yiny Yang, é vista como o principio supremo do taoísmo, significa aquilo que virá é a mutação e vazio.

Já a segunda figura é interpretada da seguinte maneira: A parte de cima representa a cabeça, a parte ao lado é o pé, a junção de ambos representa o sentido da vida. O sentido da vida pode ser visto como a tradução original do taoísmo, o mesmo tem uma origem muito antiga nas práticas xamanicas (XAMÃ) ancestrais da china. É o grande mecanismo do universo e o símbolo de equilíbrio das forças da natureza.

Em linhas gerais, o tao representa a vida como principio que trabalha por si só, ou seja, nós, seres humanos, não temos nenhum controle sobre ela, apenas somos um pequeno grão de arroz no meio de um universo amplo e infinito, mas, há uma luz no fim do túnel:

“Nós todos somos parte de um todo infinitamente maior: o Tao.”

Recomendamos também: Idealismo Filosófico.

BAGUA

Taoísmo

O símbolo é representado pelas oito direções que são usadas no feeng shui, acupuntura e na astrologia, e pode ser visto em todos os cantos na cultura chinesa, lojas, mercados, restaurantes, pois a mesmo concebe o equilíbrio, prosperidade e riqueza na vida, o símbolo é definido pelos chamados trigramas, que são as oito trigramas que representam os princípios universais:

Taoísmo

As trigramas são responsáveis por demonstrar em gráficos as fases da natureza e suas correlações.

WU WEI (NÃO AGIR)

Nesse conceito os seguidores dessa concepção acreditam que nada relacionado à natureza é em vão, ou seja, todas as ações relacionadas à mesma são necessárias, reais e flexíveis, baseadas em atos harmoniosos, suaves e sutis, não sendo necessário o uso da força, a concepção é muito valorizada no meio teórico, tanto que é possível colocá-la em diversas ações da vida cotidiana, é deixar acontecer naturalmente, é deixar a vida seguir o seu próprio percurso natural e não resistir às mensagens que a mesma transmite, e sim, adequar-se da melhor maneira possível as situações que passamos no dia a dia, aproveitando as melhores fases e aprendendo com os momentos difíceis.

Outro artigo: Criacionismo.

LAO TSE (604-517 a.C)

Conhecido como grande mestre do taoísmo, viveu no século VI a.C o seu nome representa o paradoxo entre o velho e novo,” Velho mestre”,  e com ele os princípios da simplicidade, naturalidade, desapego dos desejos e agir sem ação (WUWEU). O período a qual estava inserido é conhecido como “O período dos estados guerreiros” entre os séculos II e V d.C.

Por certo período trabalhou como arquivista e foi nesse meio tempo que se dedicou aos estudos das escrituras, com o conhecimento obtido e cada vez mais apurado, foi o grande responsável pela obra “tao the ching” que veremos a seguir.

“TAO TE CHING”

A obra clássica “tao te ching” (o caminho e princípios morais) foi escrita há pelo menos 2.600 anos e conta com 81 poemas que trás a concepção do “tao”, o mesmo para ser eterno e mutável é o tao que não pode ser nomeado, isso significa que o mundo humano é marcado pela linguagem, formas e interpretações, mas o “tao” é o caminho a qual podemos corresponder para além dessas formas, “tao” está para além de todas as conceituações possíveis.

Portanto, quando as pessoas são ensinadas a se comportarem de determinada maneira elas acabam se conformado a isso, sem cogitarem outras possibilidades de agir, torna-se obedientes infelizes a determinadas autoridades, enquanto os confucionistas valorizavam o poder da educação, o taoísmo denunciava como uma educação limitadora, quando aprendemos determinadas linguagens aprendemos a ver o mundo a partir dela, instituindo assim um “tao” particular no individuo, e ao pensar o “tao” como eterno e imutável está para além da linguagem, está além das formas que podemos criar.

O taoísmo propõe uma ética e política para além do convencionalismo e as regras morais, para além das disciplinas, o taoísmo valoriza a espontaneidade e que o individuo siga sua própria naturalidade, livre de coesões de vidas, que o mesmo encontre o seu próprio caminho.

Mas a espontaneidade não pode ser confundida com uma liberdade irrestrita, como se pudesse fazer qualquer coisa.

Mais em: Niilismo.

Taoísmo X Confucionismo

Para pensar o surgimento do taoísmo, é preciso falar de outro pensamento, conhecido como confucionismo de Confúcio, o mesmo foi um pensador chinês que estava muito incomodado com a corrupção e com os problemas sociais da sua época, a partir disso, propôs uma força ética dentro da sociedade, Confúcio deseja eliminar os pensamentos corruptos daqueles que estavam no poder. (acho que precisamos de um Confúcio nos dias atuais, enfim).

No confucionismo a educação tinha um alto valor, consistia em uma vida ética e altamente disciplinada, essa filosofia era vista como comportamento ideal, dois princípios deveriam ser valorizados: amabilidade e a cortesia, vista até como uma filosofia muito regida, moralista e conservadora, baseada em regras morais.

O taoísmo surgiu como uma critica ao confucionismo, mas acabou indo para, além disso, desenvolvendo teorias próprias.

Os antigos pensadores teoristas criticavam a grande ênfase humanista do pensamento de Confúcio, o mais importante que nossas ideias e filosofias é o caminho definido como “tao”

O segmento considerava problemático a ênfase do confucionismo sobre a busca pelo status e pela autoridade moral.

NOSSO SÁBIO INTERIOR

Às vezes procuramos tantas e tantas respostas lá fora, uma vez que para o Taoísmo tudo que precisamos saber está aqui dentro. Mas, a distração do dia a dia e principalmente a grande pressão das demandas do mundo moderno e principalmente a cobrança do físico, acaba nos desconectando do eu interior e afastando da verdadeira essência.

A conexão só pode ser refeita através da intuição, intuição que é dada no principio do nascimento do ser, é a partir dela que é notado os sinais enviados pelo inconsciente, inconsciente esse que é o principal caminho para se reconectar com o eu – superior (Self de Jung)  mas é importante mencionar que não é sempre que conseguiremos estabelecer essa conexão, mas está tudo bem, pois as melhores escolhas surgem naturalmente, sem influências externas, ela vem de dentro da essência.

Quando todo esse processo citado se torna natural e até mesmo viciante, podemos cair em armadilhas de sempre buscar a “luz” através da intuição, mas esse processo não pode ser forçado, pois a mesma não funciona dessa maneira.

A melhor forma de trabalhar a intuição é não pensar na mesma, é deixar fluir naturalmente, sem amarras e esperas, quando decidimos aceitar a vida flui perfeitamente em seu ritmo, o acaso se torna nosso aliado.

Mais em: Protágoras.

Taoísmo na atualidade

Atualmente a religião conta com cerca de três mil monges e mais de 20 milhões de seguidores no mundo. O segmento tornou-se muito popular em Hong Kong e principalmente na Tailândia, contando com mais de 360 templos.

Conteúdo original, não se esqueça de referenciar: Disponível em: <https://resumos.soescola.com/filosofia/taoismo/>

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.