Atitude Filosófica

A atitude filosófica é um instrumento da filosofia, é tudo aquilo que é passível de ser problematizado e indagado, ou seja, a criação de um grande questionamento através de uma dúvida, sabemos que ter atitude é ter uma postura, preparar para fazer algo diferente, é conhecer uma realidade distinta, é a percepção. Já a filosofia é o pensamento e o questionamento das coisas, o amor pela sabedoria, sabedoria do mundo, a junção de ambas constrói uma atitude filosófica, mas para, além disso, saber admirar é a primeira virtude para filosofar, começando com o processo de questionar.

Atitude Filosófica

A filosofia é usada basicamente para dar a luz ao conhecimento claro, Aristóteles já dizia que a filosofia começa quando nós nos espantamos com o mundo, ou seja, não aceitar as coisas e ideias imediatamente, é pensar sobre, investigar, sendo posto como um desafio. A Doutrina permite que não haja aceitações de forma rápida.

É possível observar que nos tempos antigos os homens não tinham um pleno domínio do conhecimento sobre as coisas do mundo, quando o mesmo descobre a fala, surge à primeira premissa de indagar, questionar o motivo de tal coisa existir e por qual motivo está ali, e a partir disso o homem começa procurar respostas e essas respostas surgem através de mitos, mitos esses que buscam explicações que lhe cabem e que possa convencer a maioria.

O mito é a presença inicial da busca da verdade, é a partir disso que a filosofia surge como a primeira forma de buscar e responder de forma embasada as verdades trazidas pelas indagações, o ato de filosofar, de procurar a verdade, a busca para o real, alternativas para o melhor viver.

A atitude filosófica nada mais é que admirar, questionar, conhecer, desejar o saber contido nas coisas e no mundo, não aceitar qualquer discurso colocado como verdadeiro, é preciso o questionamento acerca daquilo, a mesma começa quando a dúvida é plantada.

Concluindo, o filósofo é aquele que desperta a necessidade de mudança. A inquietação e principalmente o amor ao conhecer levam os indivíduos a filosofar e questionar suas próprias certezas ditas como verdades.

Veja também: O que é Mitologia?

SOCRATES X ATITUDE FILOSÓFICA

Sócrates (470 a.C. – 399 a.C.) é um grande filósofo dentro da filosofia, tanto que é considerado o pai dessa doutrina, e não menos que isso, foi um dos principais a realizar uma atitude filosófica, o mesmo morre pelo direito e liberdade de pensar. Sócrates mostra que se a verdade quiser ser desvelada nós temos que dar um passo a trás e ter a consciência de que pra descobrir algo é preciso admitir que não sabemos de nada.

O cenário acontece quando Sócrates começou a questionar as coisas e principalmente as pessoas, o mesmo percebeu que os povos em sua volta se consideravam cheios de conhecimentos e inteligência,mas na verdade não sabiam aquilo que achavam que sabiam, eram ignorantes acerca das coisas, e não sabiam que eram ignorantes, estavam no achismo, no erro.

Sócrates no jogo do diálogo conseguia levar o interlocutor a ter que admitir que não sabia exatamente aquilo que dizia saber.

Uma passagem bastante importante para a história cita que em um determinado dia Sócrates vai para o oráculo de delfos, um grande local sagrado da Grécia antiga para desvelar a mensagem de deus, chegando nesse local, uma moça chamada sibila recebia a mensagem dos deuses e atende Sócrates questionando o que o filósofo desejava ali, Sócrates respondeu: “Ora, eu andei toda Atenas e não encontrei homens sábios o suficiente, pois sou ignorante e quero saber as coisas, quero conhecer qual homem é mais sábio de toda Atena”.

E a partir dessa pergunta sibila questiona o que Sócrates sabia, o mesmo disse a frase mais famosa de todos os tempos: “Só sei que nada sei”, depois disso, o oráculo responde que Sócrates era o homem mais sábio de toda Grécia, pois tu sabes que não sabes.

Sócrates ficou surpreso com aquela resposta e a partir disso conseguiu entender a mensagem do oráculo: “Enquanto você não sabe nada, o povo lá fora também não sabe de nada, a diferença, é que você sabe que não sabe de nada, eles, acham que sabe”.

Voltando do oráculo, o filósofo continuou questionando tudo e a todos tentando conscientizar as pessoas que de nada elas sabiam, e por esse fato foi condenado à morte.

Concluindo, a atitude filosófica é como Sócrates, ou seja, é questionar aquilo que é visto como normal óbvio e respondido.

“Uma vida sem reflexão não vale a pena ser vivida”.

Também recomendamos:

ATITUDE FILOSÓFICA X SENSO COMUM

A atitude filosófica é uma arma contra o senso comum, pois o senso comum é tudo aquilo que já está colocado e visto como certo, sem fundamentos lógicos e muito menos teórico, plausível. O senso comum é o que chamamos de opinião.

Com esse cenário, o raciocínio, o saber, a lógica, o conhecimento verdadeiro e articulado que possua fundamentos e estrutura lógica são características importantes, é preciso ter a separação do saber correto e o achismo, eu acho alguma coisa, ter opiniões.

O senso comum acontece no cotidiano, o falar, o pensar sem questionamentos, a maior inimiga da verdade, não é a mentira, a maior inimiga da verdade é a convicção. É na realidade que devemos investigar os problemas impostos e não tomá-los como dado, corretos, óbvios.

A atitude filosófica dentro desse embaralho de problemáticas no cotidiano ligada ao senso comum é vista como levantamento de perguntas, o que é a verdade? O que é belo? O que é o tempo? É colocar em risco as certezas cotidianas, é sair da normalidade e do pensamento pronto, e ver que no cotidiano não há problemas resolvidos, é levar a atitude filosófica como um pensamento crítico, duvidar da realidade, conhecer várias crenças que não são conhecidas.

A atitude filosófica é questionar e negar o que é comum.

Uma pessoa que passa pela vida sem apresentar atitudes filosóficas, é uma pessoa passiva, que vê os problemas e simplesmente não faz nada para mudar tais fatos.

Veja a seguir duas imagens que representam características da atitude filosófica negativa e positiva:

atitude filosófica negativa e positiva

A atitude filosófica negativa em seu primeiro momento precisa contrariar o senso comum e consequentemente os “pré conceitos” estabelecidos e trazidos pelo mesmo no cotidiano, o quadrinho retrata isso, dizer não ao pensamento geral, ou seja, colocando as” verdades” e “crenças” em questionamento e assim compreende-las racionalmente.

A autêntica e famosa frase de Sócrates “Só sei que nada Sei” é um exemplo claro dessa atitude filosófica negativa, pois o mesmo admite que nada sabia e a partir disso nega  os preconceitos e valores estabelecidos na sociedade, deixando para trás  o que achamos o que sabíamos e abrindo a porta para o novo conhecimento.

atitude filosófica negativa e positiva

Após a atitude filosófica negativa, a mesma passa para sua segunda característica, posicionamento positivo, é nesse momento que há questionamentos como: o que são, por que são e como são as coisas, as ideias, valores e até o conhecimento de nós mesmos.

Mude os fatos, vivencie e descubra as respostas, só assim a vida fará mais sentido.

_____

Conteúdo original, não se esqueça de referenciar: Disponível em: <https://resumos.soescola.com/filosofia/atitude-filosofica/‎>

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.