Meritocracia

A meritocracia é um termo muito discutido nos dias atuais, e a partir disso, surge à pergunta: A meritocracia existe? Partindo desse principio é importante primeiramente explicar o significado da palavra e o que a mesma representa dentro da sociedade.

A meritocracia é a ideia que as conquistas de uma pessoa são proporcionais ao esforço que a mesma fez para consegui-las, ou seja, a recompensa no final.

Alguns estudos realizados nos Estados Unidos trouxeram a ideia que meritocracia não é mais a única responsável pelo sucesso de um individuo, outros fatores seriam mais importantes que o esforço individual.

Mas em alguns pontos de vistas, a meritocracia só pode existir quando todas as pessoas estão inseridas em um contexto social igual e possuem as mesmas condições econômicas, psicológicas, emocionais e físicas.

Diante disso, vamos entender o que é meritocracia afinal?

Afinal, o que é Meritocracia?

Antes da revolução francesa por muito tempo se permaneceu em alguns países a pratica de ingresso em carreiras publicas através da origem do nascimento, ou seja, se uma determinada criança nascesse em uma família com posses, a mesma tinha o direito de assumir um cargo de suma importância, mas com ascensão de Napoleão Bonaparte no poder, esse cenário mudou, o mesmo ordenou que origem de nascimento não contaria mais para o ingresso de determinados cargos.

A ideia começou a ganhar espaço no século XIX, principalmente nos países conhecidos como anglo-saxões, são nesses países que o ideal econômico e sua prosperidade são sinais de bençãos divinas.

O termo “Self-Made Man”, ou seja, o homem que se faz a si mesmo é um termo que faz parte da concepção nacional dos Estados unidos, para alguns dos imaginários, só é possível alcançar algo que se almeja muito através do próprio empenho pessoal.

O estado de bem estar social, mais conhecida como “Welfare State” foi uma das propagações mais bem sucedidas na história, pois, a meritocracia passou a ser vista como uma política pública que estabeleceu que todos os cidadãos pudessem ter acesso às mesmas oportunidades.

Em linhas gerais, a meritocracia está inserida em um contexto que somente os méritos e esforços próprios são os principais caminhos para se conquistar uma posição favorável em meio o campo desejado, ou seja, as pessoas que durante toda a vida tiveram o melhor valor educacional, morais, aptidões e qualificação, estariam condicionadas a terem o maior alavancamento social.

Também recomendado: Catolicismo.

THE RISE OF MERITOCRACY.

A palavra Meritocracia surgiu através do escritor inglês Michael Young (1915-2002) além de escritor era político e sociólogo, o mesmo utilizou o termo pela primeira vez em sua obra “The Rise of Meritocracy.” (a ascensão a meritocracia)

Antes de falar um pouco mais da obra do sociólogo, é importante mencionar como Michael trouxe a junção da palavra e o seu significado, o mesmo recorreu ao termo “mereo” palavra de origem latina que significa” ser digno”, “ser merecedor” e o sufixo grego “ Kratos” que significa “poder” ou “força”, com todos esses princípios formou-se uma nova palavra: Meritocracia.

Já em sua obra, Michael cria uma espécie de sociedade que pode ser muito vista na realidade atual, a qual as pessoas somente são avaliadas pelos seus méritos e esforços.

E assim, ao contrário do que era pra ser feito, Michael não favorece os considerados mais frágeis e consequentemente inseridos em um contexto de falta de oportunidades, e sim, proporciona uma meritocracia cada vez maior, ou seja, cria uma ponte entre a classe da elite e a população, valorizando uma sociedade com maior QI e principalmente o nível de esforço elevado.

Também recomendamos: Filosofia da Ciência.

Meritocracia no Brasil

Meritocracia no Brasil

Será que no Brasil todos têm a mesmas oportunidades? 

A meritocracia no Brasil começou a ganhar força e notoriedade no século XXI, a mesma foi usada para atacar o governo atual daquela época, governo esse do então presidente Lula.

Mas como mesmo sabemos, para uma meritocracia ser vista como meritocracia é preciso beneficiar a todos a mesma oportunidade, e assim, como sabemos, o Brasil é um país repleto de desigualdades sociais por toda parte em vários âmbitos, é um país que infelizmente precisa percorrer um longo caminho para propiciar chances iguais a todos.

E por fim, sabemos que na maioria das vezes a mídia acaba deturpando diversas ideias, principalmente quando é noticiado que um jovem superou as suas dificuldades sociais e entrou para uma universidade, com isso, a mensagem que é possível romper a miséria e a pobreza através do próprio esforço ganha força.

Ou mais, quando é mostrado que uma pessoa conseguiu subir na vida com o seu próprio esforço vendendo cachorro quente na rua, levando a crer que qualquer pessoa pode conseguir o mesmo sucesso.

Veja mais:

Críticas a Meritocracia

São inúmeros pensadores contemporâneos que criticam a forma a qual a meritocracia é vista meritocracia essa baseada em um sistema de hierarquização a partir de méritos pessoais de cada pessoa para o seu próprio alavancamento profissional ou até mesmo social.

Para alguns pensadores essa forma de pensamento é totalmente arbitrária, uma vez que as ascensões não dependem apenas do esforço próprio, mas também está relacionada com as oportunidades que são dadas ao longo da vida.

Vejamos um exemplo claro:

“João nasceu com as melhores condições financeiras e com acesso aos melhores colégios da sua cidade, fatos esses que o proporcionou a ter os melhores contatos e assim conquistar uma posição privilegiada em relação aos seus outros colegas, colegas esses que para ele não tiveram a mesma” sorte”, mas com o esforço, dedicação, e principalmente comprometimento, eles também irão conseguir a sua mesma posição social.”

Contudo, obviamente isso não será possível, não se pode pegar um caso e generalizá-lo de forma que todos também irão conseguir e ter assim as mesmas oportunidades de vida, sendo que a sociedade está inserida em conceitos mais complexos que além do próprio esforço.

O socialismo e dentre outras ideologias acreditam na construção de uma sociedade igualitária e se opõem a meritocracia.

Vejamos abaixo alguns quadrinhos que representam certo teor de critica a meritocracia:

Vejamos abaixo alguns quadrinhos que representam certo teor de critica a meritocracia:

Essa figura acima representa bem a imagem do que é a meritocracia na vida de diferentes realidades sociais, ou seja, a mesma torna-se uma verdadeira barreira para quem está inserido socialmente na camada de desigualdades, é um verdadeiro gatilho para o pobre que é acusado de falta de animo, empenho e que essa a principal característica para que o mesmo não consiga sua ascensão social e financeira dentro da sociedade, fator esse que afeta a saúde mental, física e principalmente emocional de quem vive nessa realidade.

Vejamos mais alguns outros exemplos:

Portanto, a meritocracia só fará sentido quando todos tiverem as mesmas oportunidades.

Conteúdo original, não se esqueça de referenciar: Disponível em: <https://resumos.soescola.com/filosofia/meritocracia/>

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.