Demagogia

A palavra demagogia vem de origem grega, significa arte ou poder de conduzir o povo, esse poder advêm principalmente de políticos com discursos e ações que visam manipular os sentimentos e interesses públicos, manipulação essa visada no poder e na conquista fácil, político esse também chamado de demagogo, pessoa que se comporta de maneira interesseira e ambiciosa, além dos políticos, a demagogia pode também ser exercida entre comunicadores, artistas, professores e esportistas.

A demagogia não pode ser confundida com argumentos, pois o argumento é algo racional, sem a presença de persuasão, diferentemente da demagogia.

A demagogia pode ser colocada em dois aspectos, um de maneira mais geral e o outro de maneira específica, a demagogia em seu sentido geral é o discurso ou técnica que visa o convencimento dos eleitores através de promessas e até mesmo recursos apelativos, como emocional e sentimental dos indivíduos, geralmente aqueles em situações de mais vulnerabilidade. Já no sentido específico, a demagogia aparece como uma forma de governo, a mesma surge através do declínio de um sistema até então governado por um determinado povo, a demagogia nesse sentido de condução não representava algo negativo, isso dependia muito do propósito do demagogo, mas foi na Grécia antiga que Aristóteles e Platão mencionaram a demagogia como um risco para a sociedade.

DEMAGOGIA X FILOSOFIA           

A denominação dentro da filosofia trouxe alguns significados particulares de filósofos importantes na história.  Como Platão que foi considerado um dos primeiros filósofos a utilizar o termo em sentido pejorativo, ele usou as pessoas como um exemplo de demagogia, ou seja, os indivíduos entendiam que tudo que os agradavam era considerado bom, e o que era desagradável, ia de encontro aos interesses.

A partir da ideia de Platão e sua conceituação de usar o exemplo dos seres humanos, podemos concluir que para ele a demagogia busca formas para convencer a sociedade que determinadas ações são favoráveis, independente de ser pacíficas de consequências, ou seja, contrarias de favorável.

Entretanto, Aristóteles defendeu em sua concepção que demagogia era o oposto de democracia, a demagogia atendia apenas os interesses privados dos demagogos, e a democracia é realizada através de um cenário racional e de argumentações sólidas, principalmente pensando no bem comum, ou seja, no bem público.

Na sua obra “A Política”, a demagogia seria o uso corrente da bajulação e o mau uso da oratória para conquistar o público para apoiar um dirigente político.

DEMAGOGIA X POPULISMO

A palavra é muito confundida com populismo, sendo que ambas apresentam significados diferentes, o populismo é denominação usada para descrever certa política de governo, que a partir desse governo exerce ações para agradar o povo, mas essas ações só são feitas para a manutenção no poder, além de manter as grandes desigualdades entre estado e sociedade.

Por conta desse contexto, demagogia e populismo estão interligadas, pois ambas estão relacionadas a uma situação através de um dirigente político trapaceiro, que leva a população ao engano, não esquecendo que o populismo apresenta denominações mais específicas e complexas, pois fez parte da história política do Brasil nos anos de 1930 a 1964.

Recomendamos também: Estruturalismo.

DEMAGOGIA NA POLITICA

A demagogia na política é usada de forma pejorativa, ou seja, ação essa que é usada para conquistar o apoio popular, além disso, é demonstrada como uma conquista ambiciosa, falsa, e até mesmo corrupta para a chegada ao poder.

A maior parte dos políticos fazem milhares e milhares de promessas com a simples finalidade de conquistar o seu público alvo, ou seja, o povo, e até mesmo demonstram ter certo carinho pelos indivíduos, fazem discursos emocionais, conclusivos, mas não agem da forma que é transparecido diante da sociedade, não agem em prol dos eleitores.

Esse tipo de contexto político é chamado de Demagogia, os demagogos, são aqueles que adotam a demagogia como prática na vida política, usam técnicas como: oratória, psicologia, propaganda e marketing, categorias essas para vender certa concepção de honestidade, responsabilidade, sinceridade e comprometimento.

Mas a demagogia realizada por muitos políticos não é levada muito a frente depois do término das eleições, o povo é esquecido e são apenas priorizados os seus interesses particulares, e as promessas nem sempre são cumpridas.

A demagogia também é colocada em sentido figurado, esse sentido é usado para demonstrar modéstia, honestidade, com objetivos escusos, ou seja, ilícitos.

O termo que tem origem na política também ganhou novas acepções fora dela, ou seja, qualquer pessoa que não seja de dentro da política e que apresenta comportamentos que cria uma imagem de caráter, e esse caráter é diferente da ideia que tenta “vender”, é uma pessoa que pratica demagogia, mais precisadamente, uma pessoa falsa, que faz isso para conseguir favores, atenção, etc.

DEMAGOGIA X HIPOCRISIA                         

O termo está diretamente relacionado com a hipocrisia, à diferença é que a hipocrisia está ligada a algo mais geral, e não especificamente na área política, como a demagogia. A hipocrisia em seu significado geral é o ato de mentir ou fingir sobre os verdadeiros sentimentos e intenções.

Outros artigos: Jean Bodin e Protágoras.

DISCURSOS DEMAGÓGICOS

A demagogia está presente em diversos fatores da vida, principalmente no campo político, diante desse fato, logo a seguir estão exemplos claros de persuasão e estratégias que os demagogos utilizam em suas falas, mais conhecidos como discursos demagógicos:

Demagogia

Falácia: A falácia é um argumento utilizado que contraria elementos em uma determina frase ou lógica, mais claramente, falácia são argumentos que parecem verdadeiros, mas levam as pessoas ao engano, ou seja, é usada para transmitir uma emoção no lugar de um argumento lógico.

Ex: Paulo não queria comer a comida feita pela sua mãe, mas a mesma o lembrou que há milhares de crianças passando fome pelo mundo.

Táticas de distração: A tática de distração é muito utilizada por diversos políticos, à mesma está ligada ao fato do político distrair a população de assuntos desagradáveis e tratar de assuntos que não estão ligados diretamente com as perguntas feitas.

Ex: O que o senhor político pensa em fazer em relação à saúde?”. Resposta: Tempos atrás tive um grande problema de saúde e fui super bem tratado em relação ao meu enfermo, hoje estou muito bem, posso fazer as coisas livremente com a minha família, passear para vários lugares.” Assim, a pergunta relacionada a saúde não foi respondida.

Bajulação: Bajulação é o ato de bajular certa pessoa com a intenção de ganhar algum benefício em troca.

Ex: “Tenho grande respeito e carinho pelos moradores dessa cidade, farei de tudo que tiver ao meu alcance para ajudá-los da melhor maneira possível.” Diante dessa fala pode-se observar que não foi apresentado nenhum projeto político para os moradores, apenas elogios para conseguir votos e consequentemente o cargo.

Discursos Vazios: Geralmente em discursos vazios são utilizadas palavras de difícil entendimento por parte daquele que está ouvindo, ou seja, a população. A fim de causar um impacto maior e até emocional no público, mas não apresenta um conteúdo plausível.

Ex: “Estou satisfeito em poder homenagear todas as mulheres, principalmente com a sua notória participação de grande importância na sociedade.” Pode-se observar que nada foi dito nesse discurso, não foi dito qual a importância real da mulher e a razão a qual estão sendo homenageadas.

Mentiras: A mentira com certeza é um discurso mais usufruído pelos demagogos, ou seja, difamam outros candidatos da oposição para tentar ganhar a eleição.

Ex: “O homem a qual concorre esse cargo comigo é um falso, imoral, que só traz inverdades em suas campanhas políticas.” Nesse caso observa-se a falta de provas daquilo que é dito.

É fato que todos esses discursos demagogos já foram e continuam sendo utilizados por diversas pessoas dentro do campo político na concorrência de um cargo, muitos até o fazem inconscientemente, mas alguns tem total consciência e são rotulados como demagogos.

Veja também:

FRASES FAMOSAS

“A demagogia é a pior das mentiras, porque é uma mentira mentirosa.” (Tim Maia)

“O Governo da demagogia não passa disso: o governo do medo.” (Rui Barbosa)

“A demagogia é a capacidade de vestir as ideias menores com palavras maiores.” (Abraham Lincoln)

“O segredo do demagogo é de se fazer passar por tão estúpido quando a sua platéia, para que esta imagine ser tão esperta quanto ele.” (Karl Kraus)

“Deviam parar com a demagogia sobre as massas. As massas são rudes, sem preparação, ignorantes, perniciosas, em suas reivindicações e influências. Não precisam de lisonjas, mas de instrução.” (Ralph Waldo Emerson).

___

Conteúdo original, não se esqueça de referenciar: Disponível em: <https://resumos.soescola.com/filosofia/demagogia/>

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.