Polissacarídeos

Kit Só Escola Autismo

Os polissacarídeos também chamados de glicanos são exemplos de carboidratos unificados por vários monossacarídeos, visto que alguns são mais importantes e conhecidos que outros. Nesse fator, os carboidratos são classificados de acordo com o nível de complexidade, ou seja, além dos polissacarídeos, temos os monossacarídeos e os oligossacarídeos.

Como mesmo mencionado, os polissacarídeos possui uma enorme classe de carboidratos, temos como exemplo a quitina, a celulose e o amido, vamos conhecer um pouco mais desses polissacarídeos e as suas principais características?                                                    

AFINAL, O QUE SÃO POLISSACARÍDEOS?

Primeiramente a palavra polissacarídeos deriva do grego “Poli” = muitos, e” Sacchar “= açúcar, ou seja, muitos açucares, e não é atoa esse significado, esse carboidrato chega a possuir entre 200 a 2500 monossacarídeos em sai composição.

Portanto, os polissacarídeos se constituem através de diversos monossacarídeos interligados entre si, essas ligações ocorrem através da famosa ligação “Glicosídicas” que permite essa junção das cadeias de monossacarídeos.

Isso só é possível através do processo de condensação de dois monossacarídeos, as principais características desses carboidratos é que são insolúveis na água e também são reconhecidos como glicanos, ou seja, possuem uma alta taxa de glicose em suas composições. 

Esse fato de possuir altas taxas de glicose ocorre através do grande número de partículas de açúcar que são liberados na sua constituição.

A estrutura desse carboidrato possui seis principais carbonos, a formula geral do polissacarídeo é Cx(H2O)y) ] n.

Veja no próximo tópico a classificação dos polissacarídeos:

Classificação Dos Polissacarídeos

Como todos os carboidratos, os polissacarídeos possuem a sua classificação de acordo com a sua estrutura e não se assuste com os nomes bem complexos:

  • Homopolissacarídeos: Geralmente esse tipo de estrutura possui apenas um tipo de carboidrato, ou seja, se constitui apenas com um tipo de monossacarídeo e geralmente são todos iguais, temos como exemplo mais comum o amido, a tunicina, glicogênio, celulose, e por fim a pectina.
  • Heteropolissacárideos: Como o próprio nome já diz, contem cerca de dois ou mais tipos de monossacarídeos em sua constituição ligados entre si e esse componentes podem variar, os mais comuns são: O acido Hialurônico e Heparina. Veja abaixo a estrutura do ácido Hialurônico.
Polissacarídeos

CADEIA POLIMÉRICA

Os polissacarídeos possuem uma espécie de cadeia polimérica divididas em duas essenciais:

  • Polissacarídeos Lineares: Os polissacarídeos lineares nada mais é que a interligação dos monossacarídeos, essa ligação consequentemente resulta em uma molécula de uma cadeia linear, as duas combinações mais comuns é a amilose e celulose.
  • Polissacarídeos Ramificados: Os componentes mais comuns são a Amilopectina e os glicogênios, ambos formam cadeias lineares interligadas à cadeia principal.
Polissacarídeos

Exemplos de Polissacarídeos

Os principais polissacarídeos são:

Amido: O amido é a principal reserva energética dos vegetais, mas como assim?  Como sabemos, a planta realiza a fotossíntese e consequentemente produz carboidratos monossacarídeos chamado “glicose”, nem toda essa glicose vai ser utilizada na planta de imediato, assim, a planta começa a reservar essa glicose em amido que ficará armazenado nas raízes, portanto, quando a planta precisar desse amido, a mesma vai quebrar as ligações glicogenias e fornecer novamente glicose para o consumo. O amido pode ser principalmente encontrado em grãos de cereais e batatas.

Glicogênio: O glicogênio também é um polissacarídeo e possui a sua reserva em animais e fungos. O glicogênio em sua composição possui diversas unidades de glicose com muitas ramificações estruturais, esse composto fica principalmente armazenado no fígado e no tecido muscular, e atua principalmente na reserva de energia.

Quintina: A quintina possui função estrutural nos artrópodes que forma o exoesqueleto dos mesmos e também forma a parede celular dos fungos.

Celulose: A celulose é um polissacarídeo de grande importância, o componente forma a parede celular das células vegetais, assim, a celulose é importante na alimentação, tanto dos animais e tanto na alimentação de nós seres humanos, a enzima celulase que quebra a celulose no nosso organismo, a mesma está presente em fibras de vegetais (frutas, alfaces, laranja), portanto, a celulose é um importante componente que ajuda no fortalecimento das paredes celulares das plantas.

Ácido Hialurânico: O ácido Hialurônico é visto como um biopolímero, e possui uma importante função que é o preenchimento das lacunas entre as células de todos os animais, visto também na classificação Heteropolissacárideos.

PRINCIPAIS FUNÇÕES

 Os polissacarídeos são um dos carboidratos que possui mais funções como: comunicação celular, sustentação e principalmente a reserva energética:

Comunicação Celular

Esses carboidratos são tão fantásticos que interligam as proteínas e os lipídios formando assim a comunicação celular, a partir disso, há também a constituição das glicoproteinas e os glicolipídios, esses componentes possuem a responsabilidade de sinalização dentro das células do nosso corpo.

Assim, os polissacarídeos agem no sentido de direcionar a proteína para uma organela especifica, nesse sentido, a célula com esse processo capta a mensagem e compreende o caminho que deve seguir.

Sustentação

Os polissacarídeos por serem elementos estruturais são responsáveis de constatar a estabilidade das paredes celulares. Sabemos que a quitina, é um dos principais componentes do carboidrato e está presente em grandes quantidades em todo planeta terra, e por ser também um componente estrutural, compõe a parte da parede estrutural dos fungos e insetos.

Não se esquecendo da celulose, que também possui componentes estruturais, mas diferentemente da quintina, esses componentes estão presentes principalmente nas plantas e constitui as suas paredes celulares.

RESERVA ENERGÉTICA

E por fim, e não menos importante, é claro, possui também a função de reserva energética, visto como uma das funções presentes em todos os carboidratos já mencionados ao longo dos outros artigos.

Assim, esse carboidrato tem como função de armazenar a energia, essa energia entra em um processo de decomposição e através disso os monossacarídeos são liberados, o mesmo possui enzimas importantes que transfere para o organismo a energia necessária armazenada para ser usada em alguma atividade de forte impacto.

Já nas plantas, a reserva enérgica fica responsável pelo amido, visto como um dos principais polissacarídeos vegetais, o processo ocorre um pouco diferente, sendo que, nos animais, a energia é armazenada pelo famoso glicogênio, que também é um polissacarídeo, mas de origem animal.

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.