Religião Hinduísta

A religião hinduísta não é fácil de ser compreendida, pois a mesma está inserida em uma quantidade enorme de praticas e crenças dos seus seguidores, não deixando de mencionar que a religião não possui um fundador especifico e muito menos um método unificado de ensinamento, mas esses fatores não excluem o fato que o Hinduísmo é uma das religiões mais praticadas e importantes de todo o mundo, seja pela sua história, beleza e principalmente pela tradição.

O hinduísmo possui uma longa associação com outras religiões de suas áreas menos o budismo e o jainismo, o segmento conta com cerca de 1 bilhão de seguidores ao redor do mundo sendo a terceira maior praticada  perdendo apenas para o islamismo com 1,6 bilhões de seguidores e o Cristianismo com 2,2 bilhões de adeptos ,  a maior concentração se encontra na Índia onde 80 % da população se diz hindu.

A doutrina é de origem persa e o hindu surgiu a partir do momento em que os povos do subcontinente indiano nomearam o rio de “Hindu” e possui mais de 3.500 anos de existência. A religião pode ser vista como politeísta e pluralista, ou seja, é um segmento que possui vários Deuses e consegue abarcar varias culturas e vários tipos diferentes de pessoas, ou seja, o hinduísmo não é uma única religião, mas é formado por diferentes tradições sem um fundador especifico, como mesmo já mencionado.

Vamos conhecer um pouco mais?

CONTEXTO HISTÓRICO

O hinduísmo é considerado uma das religiões mais antigas do mundo de acordo com alguns fatos históricos deixados pelo tempo. A religião tem a sua origem correlacionada com a fase pré-história acerca da Índia antiga.

 Entre os períodos de 1500-500 a.C, período esse chamado de pré-clássico o hinduísmo foi ganhando suas primeiras formas e os seus primeiros adeptos, isso ocorreu quando os primeiros textos sagrados chamados de “vedas” foram escritos pelos invasores arianos na chamada idade de ferro da índia, nesse contexto aos poucos foram se instituindo crenças importantes e consequentemente a formação de um hinduísmo Védico.

O momento do Hinduísmo védico centrava-se muito na cultuação dos chamados “deuses tribais”, essa fase percorreu por um longo período, até que surgiu a trindade formada por três deuses: Brahma, Vishnu e Shiva que constituíram a fase do Hinduísmo Bramânico.

E mais tarde, surge o Hinduísmo Hibrido após o surgimento do Cristianismo e o Islamismo.

É importante ressaltar que o hinduísmo foi um importante caminho de libertação política e social da índia no século XIX. 

TEXTOS SAGRADOS E PRINCÍPIOS

O hinduísmo possui uma quantidade enorme de textos sagrados e podemos citar alguns deles nesse artigo, confira a seguir:

Os 4 vedas, os Bramanas que são os comentários sobre os vedas e os Upanishads, além de dois poemas épicos ligados a história, mitologia, religião e a filosofia, e não podemos deixar de citar o Ramayana e Mahabharata.

Assim, é natural que essas diferentes tradições chamadas de hinduísmo tenham as suas semelhanças principalmente em aspectos de termos utilizados no segmento, vamos conhecer alguns deles:

  • Dharma: É um termo que indica que todo o universo possui uma ordem, um caminho que é direto e uma verdade universal;
  • Samsara: Crença na reencarnação, ou seja, o ciclo de nascimento, morte e renascimento da alma pessoal chamada de “atmã”;
  • Karma: O karma significa “ação” sendo que cada ação possui uma conseqüência boa ou ruim tanto no ambiente externo e interno, a reencarnação está ligada ao karma, pois a mesma é influenciada pelas ações anteriores;
  • Supremacia da Trimurti: Trimurti (1836-1886) foi um guru e uma importante figura no segmento religioso.

 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

O hinduísmo como mesmo visto é um sistema complexo de fatores religiosos ligados a crença de milhões pessoas. Primeiramente é importante ressaltar que diferente de outros segmentos religiosos o Hinduísmo não possue dogmas considerados rígidos, fato esse que possibilitou e ainda possibilita a entrada de diversas tradições diferentes acerca do segmento.

As escrituras mais antigas chamadas de textos “védicos” contidos em sânscritos são muito respeitados pelos seguidores da religião, o mesmo prega a crença da existência de um único Deus supremo chamado de “Indra” conhecido como o rei das tempestades, da guerra e do trovão que se manifesta através de diversas divindades: Bahma, Shiva, Lakshmi, Vishnu, Ganesha, Matysa, Sarasvati e dentre outros.

Segundo os textos o homem vive um ciclo de nascimento, morte e reencarnação fatos esses conduzidos pelo karma a qual todos os atos produzem resultados que serão nessa vida julgadas, a reencarnação é concedida apenas aqueles que viveram como bons hindus e dedicaram a vida e a devoção aos deuses. As passagens podem ser encontradas em tratados religiosos e filosóficos como o Ramáiana e o Maabarata.

Ao longo do ano os seguidores da religião devem respeitar 14 dias sagrados e a principal festa é o diwali que significa “festival das luzes”.

A maioria das casas dos hindus possui altares para as famílias realizaram as preces chamadas de “mantras” é nesse processo que são oferecidos flores, frutas, água e incensos aos deuses e deusas, o famoso som “ OM” é entoado em orações.

Os atos religiosos são praticados em templos com outros membros da comunidade hindu.

Um dos ensinamentos mais importantes da religião é o principio chamado “Ahimça” que significa a não violência que acabou virando o principal slogan de Mahatma Gandhi no processo de independência da índia.

Abaixo estão listadas outras características importantes do segmento:

  • Os rituais são fatores de suma importância dentro da religião Hinduísta é nesse momento que são praticados três fases essenciais: O Annaprashan é o momento a qual ocorre a ingestão de alimentos, já o upanayanam é visto como o começo da educação para crianças de castas elevadas, e por fim, o Shraadh considerado um dos momentos mais importantes, é nessa fase que os falecidos são lembrados, e posteriormente é servido um grande  banquete a qual são feitas referências.
  • A cremação é um fator importante na doutrina e é considerada obrigatória.
  • Os seguidores do Hinduísmo acreditam que a alma pode reencarnar diversas vezes e de diversas formas diferentes como animais, vegetais, plantas, dentre outras formas.
  • Essa religião também acredita na importância da veneração de imagens.

SHIVA

Shiva é um aspecto bastante explorado no segmento religioso e é considerado um dos deuses mais importantes dentro da doutrina, o mesmo pode ser representado na figura de um dançarino cuja dança mantém o universo em movimento, mas a imagem mais reconhecida por todos é o Deus sentado de pernas cruzadas chamado de “posição de lótus” e na sua cabeça há também a representação de um jarro de água que é a demonstração do rio Ganges visto como o rio mais sagrado do hinduísmo a qual centenas de pessoas se banham todas as manhas para se lavar dos pecados.

É também a Shiva que se atribui a criação do Yoga pelo fato de representar o poder de transformações internas da alma ligadas a fatores físicos e emocionais.

O Deus forma uma espécie de trindade com outros dois deuses Brahma (Deus da criação), Vishnu (o Deus da preservação) e o próprio Shiva (Deus da destruição e regeneração)

Lembrando que Shiva é a representação de uma figura masculina e segundo alguns dados o Deus nunca cortava o cabelo, pois era a fonte de todo o poder, transformação e energia.

CURIOSIDADES

  • Na religião hinduísta há muitos templos espalhados por todo mundo, um fato curioso é que as visitas ao templo não são obrigatórias.
  • Cerca de 30 % dos seguidores hinduístas não comem carne de origem animal, ou seja, são vegetarianos.
  • E um dos fatores mais importantes dentro da doutrina é que pregam o principio da não violência.

Um fator muito curioso é a quantidade de divindades adoradas, podendo chegar a milhões de entidades diferentes.

Veja também: Judaísmo.

Kit Alfabetização Só Escola
TURBINE O APRENDIZADO DO SEU PEQUENO! Com o KIT SÓ ESCOLA seu filho ou aluno vai reforçar e/ou acelerar o processo de alfabetização. São centenas de atividades educativas lúdicas e atualizadas.